Popular Posts

Blogroll

Usuários online

About

Minha lista de blogs

Uma doce Ironia "Doce"

Aqui você encontra frases e palavras que descrevem meu momento ... que me traduzem!


contato: manuella.a.sousa@gmail.com

“As palavras não nascem amarradas, elas saltam, se beijam, se dissolvem, no céu livre, por vezes um desenho, são puras, largas, autênticas, indevassáveis”.

Drummond

visualizações

Tecnologia do Blogger.

Siga por e-mail!

About Me

Minha foto
Manuela Alves
Adoro gente sincera e inteligente, letras de música, libélulas e cachorrinhos. Amo minha mãe, meu amor “Kim”, minha família e amigos. Adoro a noite, o céu e o vento, o frio, escrever, ler, assistir filmes com pipocas, chocolate, beijo na boca, edredom, risadas fora de hora, passear de mãos dadas, escutar historias dos mais velhos, muito queijo, lilás, fadas, cheiro de chuva, sorvete, dormir, conversar com minhas amigas até tarde da noite comendo brigadeiro de panela, carnaval, aniversário, adoro rock, violão e voz, MPB, adoro Zeca Baleiro, Ana Carolina, Clarice Lispector, Mario Quintana, telefonemas inesperados, e mais um tanto de coisas... Não necessariamente nessa mesma ordem... Não tolero a falsidade, e prefiro a sinceridade. Sou curiosa e generosa. Aposto nas pessoas e acredito em seu potencial, gosto de cantar alto mesmo que totalmente desafinada, carinho, fazer planos, aprender coisas novas, entre outras muitas coisas, VIVER. A única coisa que exijo e que não me ROTULE me CONHEÇA.
Visualizar meu perfil completo

Followers

Search This Blog

Carregando...
sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012




"Quero ser mãe de um menino 
Que ande de boné pela casa empurrando um carrinho, que trombe nos móveis às risadas, brinque com panelas e todas as coisas que não pode, faça histórias pros seus bonequinhos de plástico... 
Quero ser mãe de um garotinho que fique com as bochechas coradas de correr. Que suba em árvores... um moleque bonitinho, que coma fruta do pé e limpe a boca na manga da blusa de moleton, que tome sopa fazendo barulho sem querer. Quero ser mãe de um menino de lindo olhar, que ria escondido, que pregue peças, muitas peças...
Que brinque de vídeo-game e que fique bravo quando perder e quando tiver de tomar bronca, que saia a correr descalço pela casa, que goste de sorvete com chantili. Que seja o primeiro da classe e seja elogiado por isso, e que tb seja o ESPULETA DA SALA! 
Que um dia cole na prova de matemática. Quando adolescente, que chore vendo seu time perder ou ganhar, que ganhe sua primeira MOTO, que não escove os dentes para dormir, que queira namorar e sair, que chore no meu ombro a primeira decepção, que peça permissão para chegar mais tarde em casa, que quando HOMEM, se case um dia e que sua esposa tenha a mesma sorte que eu... 
Seja mãe de um MENINO!"

Um dia sonhei …
Quero ser mãe de uma menina que ande de marias-chiquinhas
pela casa empurrando um carrinho de bonecas, 

Que trombe nos móveis às risadas,
Brinque com meus sapatos de salto,
Faça roupinhas para suas barbies descabeladas.
Quero ser mãe de uma garotinha
que fique com as bochechas coradas de correr.

Que suba em árvores… 
uma moleca bonitinha, que coma fruta do pé e limpe a boca na manga da blusa de crochê, 
Que tome sopa fazendo barulho sem querer. 
Quero ser mãe de uma menina de lindo olhar, 
Que ria escondido, 
Que pregue peças,
Brinque de vídeo-game, 
fique brava quando perder 
E quando tiver de tomar bronca, que saia a correr descalça pela casa, 
Que goste de sorvete com chantili. 
Que seja a primeira da classe e seja elogiada por isso, a danadinha. 
Quando adolescente, que chore vendo um filme, 
Que ganhe seu primeiro sutiã, 
Que escove os cabelos para dormir, 
Que queira namorar e sair, 
Que chore no meu ombro a primeira decepção, 
Que peça permissão para chegar de manhã, 
Que quando mulher, saiba que não é facil ser mãe…
mas tenha a mesma sorte que eu: seja mãe de uma menina!"
autor desconhecido.
domingo, 8 de janeiro de 2012

" Um homem sem amigos é uma terra sem umidade, uma manhã sem orvalho, um céu sem nuvens. Os amigos não são os que nos bajulam, mas os que demistificam nosso heroísmo e revelam nossa fragilidade. Um intelectual sem amigos é um livro sem conteúdo. "

O Vendedor De Sonhos


terça-feira, 3 de janeiro de 2012
Sinceramente, ainda não caiu a ficha que vou ser mãe, só que ai vem esses enjôos, sono, e cansaço pra me lembrar que existe um neném lindo crescendo aqui dentro. Hehehehehe...